English Português
Reportagens

S&F – “Apaixonado, Intenso e Curto!”

A Sílvia e o Filipe namoraram durante 10 anos!

O pedido de casamento foi muito romântico e foi no ponto mais alto de Portugal: o Pico! Numa viagem a dois pelos Açores subiram a montanha do Pico e no fim da caminhada, ao chegarem ao topo, o Filipe abraçou a Sílvia e disse “já viste onde já chegámos juntos? Até subimos uma montanha!” e a Sílvia, que não desconfiava do que se seguia, respondeu bem disposta “e agora vamos ter de a descer!”. Mas o Filipe aproveitou para acrescentar: “Sim, vamos descer e também a vamos descer juntos e continuar o nosso caminho juntos! Queres casar comigo?”.

Foi uma enorme surpresa para a Sílvia e um gesto muito bonito do Filipe!

Foram a Sílvia e o Filipe que estrearam as reuniões ao pequeno-almoço. Com uma vida e horários de trabalho bastante preenchidos, foi a melhor hora para nos encontrarmos.

Ainda me lembro da primeira vez que entraram pois foi a única em que nos cumprimentámos com beijinhos. A partir daí, fosse logo de manhã , à tarde ou ao fim do dia, os beijinhos deram lugar a abraços bons.

Todos os desafios valeram a pena, porque os dois juntos fazem com que tudo valha a pena e sempre com muito amor e cumplicidade! É por isso com muita alegria que partilhamos convosco este dia que foi tão especial.

S&F1

S&F2

S&F3

S&F4

S&F5

S&F6

S&F7

S&F8

S&F9

S&F10

S&F11

S&F12

“Eu acho que o vestido é que me escolheu a mim. E foi uma grande surpresa! Sempre adorei vestidos de noiva e sabia que queria ter dois vestidos: um para entrar na igreja, que fosse romântico, clássico e elegante e outro para a parte da festa, que fosse sexy e confortável. Já seguia imensos ateliers e designers de vestidos nas redes sociais e sempre pensei que também iria mandar fazer algo exclusivo.
Havia imensos vestidos que eu achava muito bonitos mas parecia que lhes faltava sempre alguma coisa”.

S&F13

S&F14

Antes de seguir para as reuniões em atelier, decidi fazer provas em loja para afinar melhor o que me ia ficar bem e alguns pormenores que pudesse querer ou não.
Confesso que ia mais pela experiência de vestir um vestido de noiva e levar a minha mãe, a minha sogra e as madrinhas comigo do que com a ideia de comprar algum… mas o improvável aconteceu!
Escolhi alguns do catálogo – não gostei especialmente de nenhum em particular – e começámos a prova. Assim que o primeiro vestido entrou no provador e eu vi a pedraria em contraste com o branco fiquei logo apaixonada… e quando o vesti, fiquei rendida!! Ainda não tinha saído do provador e já tinha dito “adoro” três vezes. 
Quando saí do provador, nunca me vou esquecer das caras das madrinhas… era tão aquele!”.

S&F15

S&F16

S&F17

“Andei a passear com o vestido muito contente e depois acabei por tirá-lo para experimentar os outros. Claro que nenhum chegava aos calcanhares do primeiro amor. No fim da prova, voltei a experimentá-lo e acabei por comprá-lo nesse dia! Eram 11:30 da manhã e serviram-nos champanhe e chocolates para festejar. A minha mãe até chorou! Foi um momento muito especial”.

S&F18

S&F19

“Quando cheguei a casa e contei ao Filipe que já tinha comprado, ele nem queria acreditar e só me perguntava: “Mas já compraste? Achei que ias ver mais.” E eu respondia “Sim, é aquele”.

S&F20

S&F21

S&F22

S&F23

S&F24

S&F25

S&F26

S&F27

S&F28

S&F29

S&F30

A Sílvia usou uns brincos da avó paterna que combinavam lindamente com o seu vestido de princesa, tornando-a uma noiva ainda mais encantadora!

S&F31

S&F32

S&F33

S&F34

S&F35

S&F36

S&F37

S&F38

S&F39

“A escolha do espaço foi um dos maiores desafios, mas assim que o vimos – por indicação da Ticas, que disse logo que era a nossa cara – tivemos a certeza de que tinha de ser ali. O palácio enquadrava-se perfeitamente no estilo que pretendíamos: romântico, clássico e elegante.
Gostámos tanto que voltámos várias vezes para rever e poder mostrar aos nossos pais e à nossa designer que se inspirou em pormenores do espaço para criar o conceito do casamento. Namorámos bastante o espaço depois da decisão”.

S&F40

S&F41

S&F42

S&F43

S&F44

S&F45

S&F46

S&F47

S&F48

S&F49

S&F50

A Sílvia e o Filipe confiaram na Flores com Graça para criar todos os detalhes decorativos do casamento, as lapelas e o bouquet da noiva!

S&F51

S&F52

S&F53

S&F54

S&F55

S&F56

S&F57

S&F58

S&F59

S&F60

S&F61

S&F62

S&F63

S&F64

S&F65

S&F66

S&F67

S&F68

S&F69

“O segundo vestido foi mandado fazer na mesma costureira que fez os vestidos das madrinhas e adequou-se perfeitamente ao que eu queria: confortável e sexy! Sempre que olho para as fotografias continuo derretida e convencida de que casei com o vestido dos meus sonhos!”.

S&F70

S&F71

S&F72

S&F73

S&F74

S&F75

S&F76

A Sílvia e o Filipe tiveram aulas de dança com o André Madeira e o resultado foi uma dança incrível que surpreendeu todos os convidados!

S&F77

S&F78

S&F79

S&F80

Em 3 palavras como descrevem o dia?
Apaixonado, intenso, curto!

No dia, qual foi o momento que mais vos marcou?
É tão difícil escolher um… mas a entrada na igreja foi dos momentos mais intensos e marcantes!

Aos noivos que vão casar que conselhos dão?
Aproveitem cada segundo da preparação e do dia. É uma viagem única e vale a pena saborear o caminho. É um momento tão mágico e vosso de que vão ter imensas saudades depois!
Envolvam-se com o planeamento! O apoio de uma wedding planner fará toda a diferença e traz segurança. Escolham um bom catering, fotógrafo, videógrafo e DJ, levem os vossos pais e divirtam-se a escolher os menus e tirem um bocadinho para preparar a cerimónia: pensar no que gostavam de pedir a Deus ou, para quem não é crente, à vida, para o vosso casamento, escolher as leituras e quem as vai ler, pensar nas músicas, escrever a oração dos fiéis e, para quem queira, escrever ou adaptar os vossos votos. Dar um “toque pessoal” à cerimónia faz muita diferença.

O que foi Casar com Graça?
Casar com graça foi como ter pessoas da família (com imensa experiência, a conhecer e escolher os melhores) a tratar do nosso casamento. A forma como a Ticas e a Luísa nos ajudaram e se preocuparam para que tudo fosse como sonhámos foi indescritível e, no fim, já nos conheciam tão bem que adivinhavam facilmente o que queríamos. A intensidade com que também viveram o nosso casamento tornou um privilégio (e um descanso) casar com graça!

Obrigada queridos Sílvia e Filipe! Por terem confiado em nós. Por nos terem deixado entrar nas vossas vidas de uma maneira que sentimos que continuamos a fazer parte dela.
Espero que em todos os momentos do vosso caminho se lembrem como tudo começou “Café a esta hora ?” e que todas as horas sejam horas para o vosso café até serem velhinhos!

Beijinhos,

Ticas

Fotografia: Prism

Write a comment

9 + 4 =